História de Bela Vista

HISTÓRIA

SURGIMENTO DA CIDADE

Bela Vista de Goiás surgiu provavelmente na primeira metade do Séc. XIX à margem esquerda do córrego Sussuapara. Próxima aos centros de mineração; Bonfim e Santa Cruz. Tropeiros e carreiros que transportavam mercadorias de Minas Gerais para Goiás, fizeram do local ponto de pouso construindo o “rancho dos tropeiros”, circundando-o surgiu o povoado. O mesmo nasceu caracterizado fortemente pelo catolicismo: a fé em N. S. da Piedade.

 

DOAÇÃO DAS TERRAS

A religiosidade impulsionou José Bernardo Pereira, sua esposa e José Inocêncio Teles a doarem “um corte de terras” na barra do Sussuapara a N. S. da Piedade. Objetivando a construção de uma casa de oração dedicada a esta. Dona Josefa Teles, aos domingos rezava com a população local os terços dedicados à Santa, mantendo vivo o catolicismo no povoado.

 

EDIFICAÇÃO DA PRIMEIRA IGREJA

Vinte anos após a doação das terras, Josefa Teles juntamente com a população, dedicam a primeira igreja do arraial dedicada a N. S. da Piedade. A afetividade das orações, a assistência da Paróquia de Bonfim, aliados a fatores econômicos, proporcionaram o lento desenvolvimento do arraial.

 

 

 

DE POVOADO A MUNICÍPIO

- 1976 – Em 27 de julho, foi criado o curato.- 1880 – Em 30 de março, o arraial é elevado a categoria de freguesia, sob a Resolução Provincial de n.º612.- 1896 – Em 5 de junho o distrito de Bela Vista, até então pertencente ao município de Bonfim, foi elevado à categoria de cidade, segundo a lei de n.º 100 do Estado de Goiás.- 1897 – Em 9 de março a Intendência Municipal comunica ao Poder Legislativo de Bonfim a instalação do Município.

CRESCIMENTO DA CIDADE

Bela Vista está localizada numa extensa campina, micro região do Meia Ponte. Iniciou-se no “largo” em torno da Igreja N. S. da Piedade e do rancho dos tropeiros. Ali funcionava pensão, correio, poucas lojas, escola e chafariz.A partir de década de X o crescimento da cidade passou para as proximidades da nova igreja e da nova praça, construídas simultaneamente. Desta feita a mesma cresceu ao longo do Córrego Sussuapara surgindo a partir de então inúmeros bairros ao longo do tempo.

VÁRIOS NOMES E UMA HISTÓRIA

Segundo história verbal, o primeiro nome do povoado foi “Patrimônio de Araras”, posteriormente denominado de Sussuapara.1943 – O nome Bela Vista foi oficializado pelo Decreto Municipal de 31/03/43.O poeta Leo Lynce e o jornalista Honestino Guimarães, referiam-se à cidade como “Pérola do Sul” e “Terra dos Buritizais Sussurrantes”, não chegando estes a nomes populares da cidade.

 

 

REFERÊNCIAS GEOGRÁFICAS

Vegetação: Cerrado.Relevo predominante: Planície.Serras: Passa Quatro, Sozinha, Arapuca, Córrego Fundo, Milho Inteiro, Jataí, Serra do Alecrim.Rios: Piracanjuba, Caldas, Meia Ponte.Ribeirões: Arapuca, aborrecido, Boa Vista, Garapa, etc. O município possui fazendas centenárias, com paisagens propicias ao ecoturísmo. Centro histórico com casarões coloniais. Casarão Silva Canedo tombado pelo IFHAN. Igreja matriz tombada pelo Patrimônio Histórico Municipal. Ginásio de Esportes. Estádio de Futebol. Praça José Lobo, principal ponto de atração da cidade.

 

BASE ECONÔMICA DE ORIGEM DO MUNICÍPIO

O município economicamente, sempre foi alicerçado pelas atividades agropecuárias. Sendo destaque o fumo cultivado e processado no município, como “fumo de rolo” o principal produto de exportação durante décadas. As fazendas voltava-se para as atividades agrícolas e pastoris. O gado leiteiro e de corte também foi relevante no desenvolvimento do município.

 

BASE ECONÔMICA ATUAL

A base econômica atual de Bela Vista ainda é a agropecuária destacando-se a produção leiteira. O município desde a década de 80 tem sido a terceira maior bacia do estado de Goiás. Na agricultura predomina a produção de milho, soja, arroz, etc. O setor industrial tem se destacado na última década em laticínios. Ultimamente foi destaque no município a strutiocultura.

 

DESENVOLVIMENTO DE SERVIÇOS

1872 – Edificação da 1ª Igreja 1875 – Edificação de um Chafariz 1876 – Edificação da 1ª Escola 1893 – Edificação do 1º Cemitério 1897 – Instalação do Foro Civil e Criminal 1898 – Instalação da Comarca de Bela Vista 1904 – Inauguração do Colégio Catarina de Sena 1909 – Edificação da Igreja Matriz 1925 – Inauguração do Grupo Escolar 1918 – Inauguração da Estação Telefônica 1920 – Inaugurada a primeira estrada de automóvel ligando Bela Vista à estação de Roncador.Após a década de 20, instalaram-se no município outras escolas; na cidade e meio rural. Bancos, hospitais, biblioteca, terminal rodoviário e outros serviços públicos. A partir daí a cidade se desenvolveu com intensidade, ocorrendo mudanças importantes.Cerca de 80% dos moradores do município são naturais do mesmo.As principais mudanças ocorridas no município de Bela Vista, estão ligadas ao êxodo rural a partir da década de 70. Por fatores diversos, trabalhadores rurais expulsos do campo se concentraram na cidade, provocando o crescimento desordenado da mesma, acarretando sérios transtornos urbanísticos. Diversas pessoas e entidades tiveram papeis importantes na historia da cidade.

  • Senador Antonio Amaro Silva Canedo
  • Manoel dos reis Gonçalves
  • José Luiz de Siqueira
  • Adelino Roque
  • Dr. Francisco Taveira
  • Joaquim Faleiro
  • José Lobo
  • Honestino Guimarães e outros.
  • Grêmio
  • Igrejas, etc.

 

 

 

PODERES

Poder Executivo:

Prefeito: Eurípedes José do Carmo

Vice-Prefeito: Wilson José Pires

 

Poder Legislativo:

01. Eliézer Divino Fernandes Machado Borges (Presidente) 02. David Cunhago Machado 03. José Lemes da Silva Junior 04. Diogo de Araújo Cruvinel 05. Nárcia Kelly Alves da Silva 06. José Jerônimo de carvalho 07. Wagner Siqueira Cunha 08. Rodrigo Teixeira Teles 09. Juliano Moreira Magalhães

 

HINO

HINO DE BELA VISTA

Deus um dia lá no céuTrabalhava de escultor

De um barro branco como um véu

Fazia algo belo como a flor

São Pedro não suportando a

Curiosidade perguntou

Esta maravilha que estou

Olhando o que e nosso Senhor

É a maquete de uma cidade

Respondeu Jesus

Nela vivera a felicidade

À sombra da minha cruz

Nela não existira a fome

Apenas alegria e paz

Igual sua beleza

Será o seu nome

“Bela Vista de Goiás”.

 

 

ARMAS

BANDEIRA (Armas do Município)

Descrição das armas do município de Bela Vista de Goiás

O escudo tipo polonês com as cores azul e amarelo representa as cores da bandeira nacional, contém o nome do município, o estado da união a que pertence, bem como a data da sua emancipação.Ladeando o “escudo” com o dístico: “labor omnia vincit”, querendo significar o pensamento e ação de todos os municípios dirigidos para o trabalho honesto, procurando assim maior engrandecimento para a nação, como componentes que são da república brasileira.Finalmente vê-se ao alto um “sol nascente” significando que do trabalho honesto e constante nasce o sol da honestidade que a todos ilumina igualdade.